2 de março de 2008

Troglossexualidade

(foto: deviantart.com)


Ando revoltado com esse lance da metrossexualidade e, antes de mais nada, vou logo dando a minha opinião a respeito do assunto. O metrossexual, para mim, é um homossexual que não se assumiu ainda. Está achando que eu sou preconceituoso? Não! Não sou mesmo! Pouco me importa o que as pessoas fazem de sua sexualidade, mas me incomoda, tanto quanto um bom chute nos testículos, assistir o que se chama de novo comportamento masculino, e pior, querer que eu entre na onda só porque é moderno e está na moda. Que fique claro, isso que se vê por aí não é comportamento masculino, é comportamento homossexual com roupagem nova, e sim, estou usando o termo homossexual, e não outros que acho mais interessantes, por que se eu os usar, corro o risco de ser processado. E claro, do contrário, você pode me chamar de machista à vontade, pois, ainda que eu fosse querer lhe processar (e não vou) nenhum juízo aceitaria a minha causa. Percebeu como as coisas estão ficando? Agora, pense comigo, que raio de homem malha os glúteos, ou melhor, a bunda mesmo? Algumas amigas já me confirmaram que as mulheres, de fato, admiram a retaguarda do homem, mas todas (unanimidade, vejam bem) atestaram que o que interessa mesmo são outras coisas, digo, outras partes da anatomia masculina, como aquele carinha que atende formalmente pelo nome de Pênis. Estão vendo, senhores metrossexuais? Malhem o pênis e não a bunda! Tem mais, já repararam no tamanho das camisas masculinas hoje em dia? São tão curtas que basta levantar um pouco os braços e aparece a barriga. Deve ser para aparecer a barriga tanquinho, não é verdade? Barriga tanquinho quem tem é metrossexual! Homem não tem barriga, tem bucho, pança, ou qualquer outra coisa, nunca um tanquinho, nunca! E depois, é normal o homem ir toda semana ao salão de beleza? Usar roupas multicoloridas e cheias de brilhos? Pintar o cabelo com loiro-claro-acinzentado-degradê-de-luxe? Homem se preocupar em aparar as pontas? Fazer as unhas das mãos e pés com manicura profissional? Raspar os pêlos do corpo, sem nenhuma necessidade esportiva? Usar maquiagem? Fazer lipo? Não chamar nunca um palavrão? Perceber quando uma amiga mudou o tom do cabelo de acaju-47 para acaju-46? Depilar-se com cera? Saber que danado de cor fúcsia é? Ser sincero, honesto, sensível, maduro, educado, vestir-se na moda, usar perfume francês e ainda ser bem sucedido e nunca ter sido casado? Isso não é homem, é metrossexual, e vocês já sabem o que eu penso a respeito de ser metrossexual! Macho que é macho não faz nada disso. Ele tem que ser troglossexual. Tem que coçar o saco, chamar palavrão. Usar tênis, jeans sujo e camiseta. Ficar careca, de cabelo branco e não estar nem aí para a história do Brasil. Não raspar a axila, e nem mesmo falar a palavra axila, falar sovaco! Macho tem que soltar pum, arrotar e beber whisky cowboy, e não coquetel sem álcool. O troglossexual não precisa derrubar sua companheira com uma clava. Ele pode abrir a porta do carro, deixá-la entrar primeiro no restaurante. Pode, e deve, ser educado com ela. Pode até não tomar as atitudes troglossexuais citadas acima na frente dela, mas ele, em determinado momento, faz e acha tudo natural. Não estou defendendo que o macho seja um porco. Não é isso. Ele apenas não deve ter a sua vaidade como sendo a coisa mais importante do mundo. Queiram vocês ou não, macho que é macho é bruto, é troglossexual. Pode não ser o tempo inteiro, e melhor até que não seja, mas tem que ser. Macho delicado não é macho, é metrossexual, e isso, caros leitores, não é ser macho. Abaixo a metrossexualidade, viva a troglossexualidade!

2 comentários:

Zélia Palmeira disse...

Nossa,João!Lançando movimento novo,é?kkkkkkkkkkkkkkkk

Tenho visto muito disso ultimamente.O homem - não sei que outro rótulo usar - está se libertando mais de certos tabus.Quanto a mim,embora digam que os brutos também amam, eu não suporto homem troglodita(mas eu não posso falar por todas as mulheres). Gosto de um bom macho - e certas partes nem são assim tão exclusivamente mais importantes! - mas ele bem que pode(e deve) se ajeitar um pouquinho.Não faz mal nenhum.As academias e salas cirúrgicas estão cheias de mulheres que querem parecer de plástico.Quem tem vagina pode e quem tem pênis,não?Penso que não é por aí.Direitos iguais,sempre e em todos os sentidos.Exagerar é que não pode.Principalmente porque muitos outros detalhes é que fazem a diferença e que,realmente,importam.

;)

Alice disse...

João, O que você fez no verão passado?! Esse seu texto tem uma carga absoluta de indignação, eu acho. Pelo menos senti isso...

"Macho que é macho não faz nada disso. Ele tem que ser troglossexual. Tem que coçar o saco, chamar palavrão. Usar tênis, jeans sujo e camiseta. Ficar careca, de cabelo branco e não estar nem aí para a história do Brasil."

(João Neto)

Que seja Troglossexual, que fale palavrões, que seja homem à moda antiga, mas que saiba respeitar - Isso é o que conta. Não sou feminista e não odeio opiniões masculinas. Só que já convivi com todo o tipo de gente e todos me parecem humanos acima de tudo. Tenho amigos que cuidam da aparência, mas também cuidam de suas namoradas e mulheres. Tenho amigos gays que convivem normalmanente com a opção sexual que escolheram e eles respeitam os demais. Claro, surgem exceções. Um que tenta dar em cima de um outro amigo hetero, ou uma amiga gay que confunde as estações, mas isso acontece em qualquer relação social. Mulheres e homens hetero também confundem coisas, também sofrem de soberba e também buscam futilidades. Como a Zélia colocou, tem mulher se matando p'ra ficar com "os glúteos" em forma, só para o marido não procurar diversão em outras casas. Já conheci esse tipo de mulher também e não julgo, apenas fiquei observando o comportamento. Algumas levantavam as blusas, mostravam os seios e a barriga e também as coxas grossas para estampar na cara dos homens que coçam suas partes íntimas. Não vejo diferença. Vejo apenas vontades e direitos. Metrossexuais, bissexuais, não-sexuais, heteros... Somos todos parte de uma nova linhagem de gente que procura perfeição para preencher o vazio. Respeito a sua opinião, John, mas também tenho a minha. E outra - Mulheres têm segredos. Não só prestamos atenção às partes íntimas do homem (pênis). Algumas podem até olhar, mas têm outras coisas mais importantes - sempre terá. E vcs, Homens machos, talvez nunca cheguem a saber. Homens machos e mulheres que enxergam um pouco além. Somos todos iguais - uma hora ou outra. Gays ou sapatões e outros pejorativos de igual tamanho. Somos todos iguais.

Vamos debater, mas sem perder a ternura.

Bjs, John.